Curso de massagem tântrica para casais

Que benefícios às mulheres pode experimentar o sexo tântrico? Conhecer os aspectos sensoriais do seu corpo e do corpo masculino, aprendendo a obter os melhores resultados que mobilizem o prazer e o orgasmo, com ressonância em si mesmo. Será demostrado o passo a passo da massagem tântrica. Reconhecer os diversos pontos de prazer, através dos sentidos. Expansão da sensibilidade pois aumenta o espectro das sensações localizadas na pele e nos músculos sexuais, oferecendo uma ampla gama de novas sensações e prazeres, modificando a estrutura bioelétrica corporal. Investimento: 498,00. Parcelado em 03x 08/04- às 19h Carga horária: 3h Informações : (27) 32270304-999059934

Como fazer um fio terreno prazeroso

A cultura machista gosta de dizer que homem que gosta de fio terra é gay ou tem tendência para isso. Será? Você já tentou fazer o fio terra no seu parceiro? Teve a audácia de perguntar se ele queria? Ele topou? Ou ficou ressabiado? Ele que teve a iniciativa e te pediu em um momento de intimidade? Você fez? Ou ficou chocada pensando que seu namorado é gay? É, esse assunto permite horas e horas em uma mesa de bar com debates acalorados. A grande maioria pode sustentar a ideia de que isso é um absurdo, principalmente os machistas de plantão, mas alguns podem nutrir essa curiosidade por toda a vida até que realmente abrem a porteira e se dão ao prazer de sentir as sensações incríveis proporcionadas pelo fio terra. Por mais que muitos homens relutem em permitir o ato, ao sentirem o prazer advindo dessa técnica, eles podem viciar no ato e no prazer proporcionado e pedirem sempre. Outros podem até adquirir vibradores para se divertirem na região para não ficar dependendo dos dedinhos da namorada e outros podem ver a ação com repudio por toda a vida. O prazer anal O ânus é uma região erógena tanto para a mulher quanto para o homem, certo? Diferente dos órgãos genitais masculino e feminino que são bem diferentes entre si, o ânus é igual para ambos os sexos, portanto, por que a mulher pode sentir prazer com o sexo anal e o homem não? Se fisiologicamente é igual, se existe a possibilidade do prazer anal feminino também existe o prazer anal masculino, certo? É uma constatação bem óbvia. A região do períneo é o que causa a sensação de prazer. O períneo fica localizado entre o ânus e o testículo e é uma área muito sensível e que, quando bem estimulada, pode causar frisson masculino. Porém, nunca faça isso sem autorização. Como existem muitas noias relacionadas a esse ato, pode ser que você gere uma crise no relacionamento com essa atitude abusada. Se possível, conversem antes sobre o assunto e entrem em um consenso, ou você pode dar uma escorregada de leve na região, meio que sem querer, só pra ver a reação dele. Se ele não falar nada ou até gemer de prazer vá em frente, caso contrário peça desculpa e continue nas regiões “permitidas”. Como fazer o fio-terra? Antes de qualquer coisa você precisa estar com as unhas curtas para não machucar o ânus do seu parceiro. Da mesma forma que te incomoda e machuca quando ele coloca o dedo com unhas grandes na sua vagina ou ânus, para ele também não será agradável se você fizer o mesmo. Você também deve estar com as mãos bem higienizadas e lavadas. Tenha um lubrificante sempre à mão à base de água (nunca à base de óleo) para vocês irem para a cama. Para não ir direto ao ponto, principalmente se for a primeira vez que forem tentar, comece devagar beijando as costas dele suavemente e tente ir descendo lentamente. Você pode apalpar o bumbum dele, beijá-lo com os lábios molhados, dar mordidinhas e até passar a língua se os pelos estiverem aparados. Isso o deixará estimulado para o que virá a seguir.

Encontro/Curso TANTRA PARA MULHERES!

Minhas queridas e meus queridos, como é bom poder levar conhecimento e entretenimento para vocês. Cada curso, casa palestra é repleto de boas críticas, sugestões e retornos. Por isso, estamos com uma agenda super movimentada de cursos e gostaria de dividi-la com vocês! 08/04/2016- CURSO- Massagem Tântrica (Para Mulheres) 19h às 22h 12/04/2016- CURSO- Massagem Tântrica para o casal 19h às 22h 14/04/2016- Curso: 15 Tons de Muito Prazer! 19h- 22h Investimento: R$ 99,00 21/04/2016- Módulo II- Noite Tailandesa- Massagem, Técnicas e Manobras 19 às 22h – 99,00 26/04/2016- Pompoar e Exercícios Tântricos- Saúde e Prazer Sexual Investimento: R$ 99,00 29/04/2016– WORKSHOP PARA O DIA DAS MÃES- COM BINGO ERÓTICO 19 às 22h Investimento: R$ 50,00- com a cartela ! E o melhor descontos especiais para inscrições antecipadas e alunas que fizeram os últimos cursos! Informações: (27) 3227-0304 / 99905-9934

Vai matrimoniar em 2016? Me chame para seu chá de lingerie!

Como está seu você e seu relacionamento?? Mas por que o desejo acaba no casamento? Mesmo que os dois se gostem, a rotina, a excessiva intimidade e a falta de mistério acabam com qualquer emoção. Desejo sexual está ligado a magia, encantamento, descoberta nossa e do outro. Numa relação estável é raro isso ocorrer. Busca-se muito mais segurança que prazer. Para se sentirem seguras, as pessoas controlam o outro, o que sem dúvida é limitador e também responsável pela falta de tesão. A certeza de posse e exclusividade leva ao desinteresse, por eliminar a sedução e a conquista. Familiaridade com o parceiro, associada ao hábito, pode provocar a perda do desejo sexual. Mas o que fazer quando o desejo acaba?

Faça sexo sozinha e também sinta-se incrível!

Homens e até mesmo mulheres não sabem do potencial que a masturbação tem para si mesmas. Muitas vivem achando que é errado se manifestar sexualmente, explorar seus corpos e sentir prazer sem precisar da presença de um homem. Mas a verdade é que não há nada de errado com isso. Segundo Freud, a sexualidade existe e já é aflorada desde a infância e suprimir essas vontades pode não ser o melhor caminho. Seja ainda garota na fase de descobertas ou já uma mulher adulta, toda pessoa do sexo feminino tem todo o direito de deixar sua sexualidade aflorar. Geralmente, vemos que a masturbação masculina já é vista como natural e deixou de ser tabu há algum tempo, mas a masturbação feminina não é aceita ou ainda é vista com maus olhos inclusive por alguns homens, como se somente mulheres promíscuas se masturbassem e pudessem sentir prazer por si mesmas. Por muito tempo prevaleceu-se a ideia de que a mulher era apenas uma procriadora e que, por isso, está aqui somente para cumprir o seu papel de gerar descendentes e dar prosseguimento às espécies. Muitas religiões ainda prezam e pregam esse pensamento conservador e machista, mas na realidade a mulher pode e deve transar por prazer e não apenas para reprodução. E ela pode também e deve saber como fazer sexo sozinha e sentir prazer por conta própria, usando de alguns métodos para isso, como a masturbação. Em plena era da informação, com todos os avanços tecnológicos e medicinais, o pensamento que restringe a liberdade sexual e o pensamento puritano não são compatíveis com o restante e por isso a masturbação feminina deve deixar de ser vista com repúdio e ser aceita como acontecimento natural e, inclusive, benéfica para a sexualidade e para o bem estar da sociedade. Saiba a partir de agora como fazer sexo sozinha abaixo! Provoque-se Não é porque você está sozinha que não precisa se estimular. A mulher pode se estimular visualmente, inclusive isso contribui para aumentar seu tesão. Coloque uma lingerie sexy, arrume seu cabelo, passe uma maquiagem, sinta-se linda e sensual. Assim você se sentirá mais solta para explorar seu corpo. Crie o hábito de se admirar em frente ao espelho, com alguma roupa que realça sua beleza e que destaca seus atributos. Veja como seus seios, bumbum e pernas ficam lindos em contraste com determinada roupa. Para saber como fazer sexo sozinha e sentir prazer, é preciso aprender a se amar e se admirar antes de tudo. Isso é meio caminho andado para uma masturbação satisfatória. Estimule seus instintos selvagens Agir como um animal de vez em quando pode ser interessante nesse processo de exploração do corpo. Uma boa ideia é também criar o hábito de ficar nua pela casa. Isso contribui para que você se acostume com seu próprio corpo, fique mais livre, vulnerável e se sinta confortável consigo mesma. Você pode também aprender a comer com as mãos, voltando aos hábitos dos ancestrais. A comida estimula bastante o lado erótico e sexual por proporcionar um outro tipo de prazer e ser afrodisíaco. Assim nada melhor do que se lambuzar, lamber os dedos e comer comidas prazerosas que te deixe mais liberta.

Curso: 15 tons de bastante prazer!

A Massagem Tântrica para Casais é um momento de singular intimidade onde os parceiros se despem das mascaras e se veem como realmente são. Esta massagem e aproxima o casal provocando maior movimento nos centros energéticos despertando as pessoas para o prazer compartilhado, incitando-os pela busca de novas experiências, emoções e sensações. A massagem é realizada em um futon no chão, com óleos essênciais e aromáticos e relaxantes, na mesma sala e ao mesmo tempo, em um ambiente acolhedor e amigável o seu parceiro pode sera acolhido(a), no nosso espaço busca-se transmitir o máximo de relaxamento e bem-estar possível aos dois membros do casal, sempre respeitando os limites de cada um. Além dos benefícios da massagem tântrica individual, a massagem tântrica ajuda o casal a libertar-se de medos, ansiedade, ciúmes e julgamentos e controle conduzindo-os a um novo nível de confiança no outro e na vida em geral. Interessou? Quer saber mais e participar? 12/04/2016- CURSO- Massagem Tântrica para o casal – 19 às 22h Informações: (27) 32270304 / 999059934

Agenda de informações juventude /2016

Estamos rodeados de pessoas tóxicas das quais é melhor se afastar. Ao longo da vida, estabelecemos relações sociais em diferentes esferas. Seja dentro da família, com colegas de estudo ou trabalho, ou até mesmo com aqueles com que tivemos relações sentimentais que se encerraram sem rancores, são muitas as pessoas com que cruzamos em nossa vida para compartilhar épocas ou momentos, mas que nem por isso irão nos acompanhar para sempre. E acontece também que, como se padecêssemos de uma espécie de Síndrome de Diógenes com as pessoas buceta (na qual se incluem os chamados acumuladores), é bastante custoso nos desligarmos daquelas relações que já não contribuem com nada em nossa vida. Ou porque essa relação se desgastou, ou, pior, porque se tornou tóxica, é preciso parar de acumular amigos (seja no Facebook ou na vida real) compulsivamente, e começar a valorizar as relações com aqueles com quem realmente vale a pena passar o nosso tempo. Segue uma lista dos tipos de pessoas das quais você precisa aprender a se distanciar um pouco, ou até mesmo aprender a dizer adeus para sempre, sem se sentir culpado por causa disso:

1. O cônjuge vitimista: Você já não sabe se ele está com você porque gosta de você ou porque você se transformou no seu lenço de enxugar lágrimas mais resistente de videos porno. Há pessoas que, diante dos problemas, só sabem assumir o papel de vítima. Como explica a psicóloga Patricia Ramírez, “são aqueles que jogam a culpa de todos os seus males em outras pessoas, fugindo de qualquer responsabilidade pelo problema que acontece com eles”. O problema é que esse vitimismo pode se traduzir em que nos contagiem com sua tristeza, frustração e apatia. Por isso, é importante aprender a contê-lo a tempo. “Em primeiro lugar, é preciso lhes dizer que estamos dispostos a ajudá-los a tomar decisões e a solucionar problemas, mas não a ser o lenço em que eles afogam as suas mágoas sem se esforçar para nada”. Se isso não der certo, a melhor opção talvez seja se afastar, pois, como lembra a psicóloga, “você não o estará abandonando, mas sim dando um impulso para que ele aja”.

2. O parente cara-de-pau:
Todos sofremos com um familiar que sempre nos telefona para pedir um favor, seja na mudança, seja com os filhos ou para lhe emprestar alguma ferramenta que você sabe que nunca mais vão lhe devolver, mas que nunca está presente quando se necessita dela. Como conta a psicóloga, “são pessoas que sempre querem alguma coisa de você, mas que não sabem ou não querem manter relações bidirecionais, em que deem pelo menos parte daquilo que recebem”. Assim, a psicóloga insiste em que devemos ser os primeiros a deixar claras as nossas próprias necessidades e não nos deixarmos engolir por aqueles que “tiram coisas dos outros sem lhes perguntar se estão bem ou se precisam de ajuda”.

3. As más-línguas: toda vez que encontra com você, esse amigo fala mal de todas os conhecidos que vocês têm em comum. Às vezes, até lhe telefona só para contar a última besteira que fulano ou sicrano fizeram. Acha que ele não fala mal de você também para os outros? Embora todos nós tenhamos um pouco de fofoqueiros de vez em quando, é preciso ter cuidado com aquelas pessoas que “vivem de viver a vida dos outros, porque não suportam a vida delas próprias”, como afirma a psicóloga, para quem “sua vida é sem graça demais, entediante ou frustrante demais para que se fale dela, então passam a destruir tudo o que há em volta”. O conselho para lidar com esse tipo de pessoa é claro: “Não deixe que essa pessoa faça julgamentos de valor sobre outras pessoas que não estejam presentes se você não quiser que ela faça o mesmo com você”.

4. O colega com más intenções: Aquele colega que olha você de soslaio quando você não faz aquilo que ele tinha em mente e que você sabe que, como vingança, em algum momento, decidirá aprontar alguma para cima de você, com má intenção. Sobre esse caso, Patricia Martínez é categórica: “É preciso se afastar radicalmente desse tipo de pessoa”. Com base na sua experiência, ele acre

Sexo entre mulheres, aprenda!

Hoje quero explorar um pouco esse desejo oculto de grande parte das mulheres, mas principalmente como trazer esse desejo para apimentar a vida sexual com seu namorado ou marido. O que o sexo entre mulheres pode ensinar para melhorar o seu relacionamento atual? Então agora vamos explorar o porquê do apelo sexual da relação entre mulheres e o que você pode levar desse conhecimento para sua relação atual. O sexo entre mulheres é um tabu para a maioria de nós e um tesão para os homens. A maioria dos homens já assistiu a vídeos pornográficos de duas ou mais mulheres transando e se excitam muito com isso. Alguns outros vão mais longe e pensam em como seria participar desse sexo entre mulheres ou ver tudo mais de perto. Você pode achar um absurdo e achar que isso só ocorre entre lésbicas, mas não é verdade. O sexo ultimamente é um assunto e também uma ação libertária.

É preciso se desprender de certos rótulos que a sociedade expõe apenas por serem atitudes fora dos padrões e valores sociais repassados pelas instituições religiosas e o puritanismo. Duas mulheres que se beijam ou transam não quer dizer, necessariamente, que sejam lésbicas ou bissexuais. Na verdade, as mulheres são curiosas por natureza e gostam de experimentar. Grande parte das mulheres (80%) pode já ter tido vontade de beijar ou até mesmo transar com outra mulher em alguma fase da sua vida. Geralmente essa sensação pode aparecer na adolescência quando os hormônios estão à flor da pele e tudo é muito novo, um mundo de descobertas. Às vezes, essa fase passa e algumas outras não, acompanhando a mulher em todos seus relacionamentos como uma sombra. Mulheres que abominam ou não concordam com isso, tudo bem, mas aquelas que têm esse desejo devem ser respeitadas também. Não é porque a mulher tem essa vontade que ela é “sapatão” ou é “vagabunda” como muita gente fala pelos cotovelos por aí. Aprender com o sexo entre mulheres pode ser bom para o seu relacionamento. Não fique na vontade A primeira coisa é parar de lutar contra os seus desejos. Se você sente essa vontade há algum tempo, pare de ser tão conservadora. Você pode ter experiências sexuais interessantes como essa para levar para sua vida do xvideo.

Leia sobre o assunto, entenda como funciona e, se realmente estiver disposta a experimentar, busque por parceiras. Para algumas, é melhor escolher uma amiga, pois já há mais intimidade, porém outras preferem uma desconhecida, pois querem manter isso em segredo e não querem interferir na amizade. Se este for o caso, é possível procurar em sites especializados pessoas com o mesmo interesse que você. Converse com seu parceiro Se você tiver um relacionamento com um homem, você pode ser sincera com ele sobre sua vontade e, se o sexo entre mulheres for algo que ele também ache interessante, ele pode te entender e até se animar muito com a ideia. Com o apoio dele será muito mais fácil para você, pois vocês podem inclusive escolher juntos a sua parceira e ele poderá ver tudo de perto. Outros namorados podem até assistir a vídeos do tipo, mas jamais aceitariam que a sua namorada ou esposa faça esse tipo de coisa; neste caso, o ideal é esquecer essa ideia ou tentar mudar a cabeça dele. Use o método ao seu favor Se você não quiser chegar realmente às vias de fato com uma mulher, você pode apenas fazer uso de algumas dicas do sexo entre mulheres para aprimorar seu relacionamento. Duas mulheres quando estão transando costumam fazer mais de uma posição, buscando atingir o máximo de prazer bucetas

Variam as posições com sexo anal, oral, penetração e outras variantes. Você pode arriscar isso com o seu parceiro ao invés de permanecer em uma única posição do início ao fim. Capriche no oral Uma das coisas que as mulheres que fazem sexo entre si falam é que o oral é muito melhor quando uma outra mulher faz. Isso porque as mulheres são mais sensíveis ao chupar e geralmente são mais cuidadosas instigando áreas específicas como o clitóris. Muitos homens fazem com pressa e às vezes nem esperam gozar, e isso é um e

Falta de libido sexual

Renda-se aos prazeres das amarras e encontre o seu lado pervertido. Este curso vai ajudar a trazer suas mais loucas fantasias sexuais para a realidade sexo gay. Mordidas no pescoço, tapas no bumbum, cordas nos pulsos, couro em todo o corpo — o delicioso universo sexual do BDSM (Bondage e Disciplina, Dominação e Submissão). Este curso te mostrará tudo que você precisa para iniciar sua própria aventura erótica. Curso: 15 Tons de Muito Prazer! 19 às 22h Investimento: R$ 99,00 Informações porno brasil.

A prática leva perfeitamente

Poucas pessoas sabem, mas o prazer sexual é evolutivo. Ou seja, quanto mais a pessoa pratica sexo, maior será o prazer que ela poderá tirar da relação. O problema é que o inverso também é válido: menos sexo, menos vontade, mais desconforto, menos prazer. Todo mundo sabe que, no começo, uma relação é feita de estrelas, poesia e desejo. Muito desejo. O mundo parece girar em torno da pessoa amada e tudo passa a ser secundário quando a opção é estar com ela, e o maior prazer é dar prazer a quem se ama. Assim, é comum nesta fase os dois parceiros se dedicarem a ”desnudar” a alma e o corpo da pessoa amada. Esta intimidade, que alimenta o relacionamento e transforma a paixão em amor, levando muitos casais a viver juntos, é o segredo para manter uma vida sexual e afetiva longe da rotina e do tédio. Infelizmente, muitas pessoas se esquecem de como construíram o seu relacionamento e deixam os compromissos e a correria da vida ocupar o tempo que antes dedicavam ao prazer de conviver com a pessoa amada.

Este distanciamento é, na maioria das vezes, inconsciente e os casais se surpreendem quando, passados alguns anos, percebem que a intimidade com o parceiro(a) não é mais gratificante e o sexo já não é tão gostoso. Para se ter uma idéia, de acordo com uma pesquisa, a relação sexual dos novinho gay demora em média 30 minutos. Resumindo: o porno brasileiro gasta mais tempo vendo um filme, navegando na internet, torcendo para um time de futebol, no cabeleireiro, ou vendo a novela, do que se aprimorando no ritual do sexo com o seu parceiro(a). Um bom começo é retomar hábitos como tocar a pessoa amada (fazer carinho, pegar na mão, sentar juntinhos etc.), ter sempre uma palavra carinhosa para dizer, mostrando que a pessoa é importante para você.

Na intimidade, não tenha medo de buscar o prazer e converse com o seu companheiro(a) sobre o que você gosta, seus desejos e fantasias. É, vocês já perceberam que não existe solução milagrosa para o problema. Não basta amar. É preciso querer ter uma vida sexual ativa e feliz, e investir tempo e trabalho nela. Se o desafio é permanente, a notícia boa é que o retorno é garantido. O céu é o limite para o casal que está disposto a se dedicar ao prazer de se amar.